Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Ausência de período

Dra.

O que se passa comigo, e que mesmo após ida ao médico, me está a causar grande preocupação é o seguinte:

 

Comecei a tomar a pílula por volta dos 21, 22 anos e tomei sempre a mesma (Diane 35) e actualmente tenho 28 anos. Apenas fiz uma vez uma pausa na toma e voltei a tomar correctamente. O que se passou é que em meados de Abril deste ano após a menstruação iniciei uma nova caixa e tomei 4 dias e depois deixei de tomar voltando a ter a menstruação normal. O que acontece é que até hoje não voltei a ter o período. Em finais de Julho fui à minha médica, fiz teste de gravidez que deu negativo e fiz umas análises para despistar um possível problema hormonal. O único parâmetro que a médica apontou foi a progesterona baixa mas como não sabia em que parte do ciclo eu estava não dava para grandes conclusões. Estou agora a aguardar para fazer uma ecografia endovainal para verificar se tenho ovários policisticos. Também fiz o exame citológico e encontra-se tudo OK.

Acrescento o facto de que andava a fazer uma alimentação muito pobre em gorduras e as análises revelaram "colesterol bom" baixo. Antes de tomar a pílula, tinha períodos menstruais regulares (todos os meses tinha menstruação mesmo que não fosse exactamente de 28 dias).

Encontro-me num estado de ansiedade elevado pois já passaram quase 5 meses e nada de menstruação.

Questiono-me se tanto tempo se dará ao facto de ter tomado 4 dias e deixado repentinamente, juntamente com restrições na alimentação.

A minha médica falou-me que seria amenorreia e não se mostrou muito preocupada mas depois da ecografia que se verá o tratamento.

Espero que me possa elucidar, pois começo a desesperar uma vez que não consigo perceber por que se está a passar isto comigo, e se poderei fazer alguma coisa para melhorar a situação.

 

Agradeço e aguardo resposta breve

 

RESPOSTA

 

Não esteja desesperada pois na maioria dos casos a amenorreia secundária é tratável e reversível.

Tem de aguardar os resultados dos exames pedidos pela sua médica. O facto de ter tomado apenas 4 comprimidos de uma embalagem em Abril, não justificam minimamente o quadro de amenorreia em que se encontra.

A gravidez (que já foi excluída) é a primeira hipótese numa mulher em idade reprodutiva. No entanto existem outras causas frequentes  como; alterações endócrinas, perda de peso rápido, anorexia, obesidade, exercício físico intenso, stress emocional ou físico, toma de determinados medicamentos, síndrome dos ovários poliquísticos.

Siga as indicações da sua médica e verá que tudo voltará em breve ao normal.

publicado por consultorio às 21:33
link do post | comentar | favorito
|

Bem vinda

Este espaço foi criado para esclarecer todas as dúvidas e responder a todas as perguntas na área da Ginecologia.
Envie a sua questão para mjmendoncabhlxxi@sapo.pt

Dr.ª Maria João Mendonça

Licenciada pela Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa, com especialização em Ginecologia e Obstetrícia.
Especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Medicina da Reprodução no British Hospital Lisbon XXI.
Docente na Escola Superior de Enfermagem e regente da Cadeira “Saúde e Gravidez” no Curso de Mestrado da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

British Hospital

Morada: Rua Tomás da Fonseca, Edifícios B e F
Torres de Lisboa
1600-209 Lisboa

Telefone: +351 217 213 400
Fax:+351 217 213 465
E-mail: info@british-hospital.pt

pesquisar

 

posts recentes

Ovários multifoliculares

Pílula

Nódulos na mama

Engravidar

Método Essure

Malformação do útero

Menstruação

Acne e ovulação

Gravidez in vitro

Toma da pílula

Toma da pílula

Colo do útero

Engordar com a pílula

Candidiase

Disovulação

Temas

“borras de café”

abdominoplastia

acne

acne rosácea

alimentação

alteração

alteração hormonal

alteração na transpiração

amamentar

amenorreia

analises fígado

ansiedade

ataques de pânico

atraso menstrual

auréolas mamárias

ausência menstruação

avc

cancro de mama

candidiase

ciclo menstrual

clítoris

colesterol

comichão

consulta ginecologia

consultas

contracepção

contraceptivo

corrimento

corrimento com sangue

cremes

curetagem

diarreia

dor

dor de cabeça

dores

dores mamilos

dosagem

dose hormonal

eco mamária

ecografia

ecografia pélvica

eficácia contraceptiva

eficácia pílula

embrião

endometriose pélvica

engordar

engravidar

espermatozóides

exame

excesso pêlos

fertilidade

fiv

fluxo menstrual

folículos

formação nodular

genérico

ginecologia

gravidez

gravidez ectópica

gravidez gemelar

hemorragias

higiene

higiene intima

hipertensâo

hormonas

inchada

incomoda

incomodo

incompatibilidade

infecção

infecção fúngical

infecção urinaria

infecção vaginal

infertilidade

interferência outros medicamentos

intestino

laqueação de trompas

laqueação trompas

lesão

lubrificantes

mastalgia

medicação

medicação com risco

medicação e stress

medicamentos

medicina reprodução

menstruação

ovários

ovulação

período

pílula

preservativo

relações sexuais

sangramento

teste gravidez

toma da pílula

tratamento

útero

vagina

vida sexual

todas as tags

arquivos

links

subscrever feeds